.comment-link {margin-left:.6em;}

Tuesday, May 24, 2005

 

6.83%

Por incrível que pareça, os media engoliram isco, anzol e chumbo, e por pouco que não iam engolindo a cana também.


Incrível, tomava-os por mais conscientes... Ou talvez menos alinhados... Enfim!...


Então não se está mesmo a ver que isto é tudo teatrinho de rua, e do mais pindérico, para atirar com areia aos olhos do pessoal, enquanto nos pespegam com mais uns impostozitos? Por acaso é minimamente credível que Vitor Constâncio, que por acaso até é governador do Banco de Portugal já faz uns anitos, tivesse que fazer um 'estudo' para determinar o valor do deficit? Já agora, estes 6,83% (Estou surpreendido com esta falta de rigor! Só duas casas decimais!!! O Vitor Constâncio devia apresentar as continhas ao povo até ao último cêntimo!) incluem as borlas (SCUTs, aumento de pensões, 150,000 empregos, etc, etc) do poder socialista ou não?

Ou muito me engano, ou Sócrates e Campos e Cunha vão já apresentar o 'milagre' da redução do deficit quando da discussão do Orçamento Rectificativo ou Suplementar ou lá como se chama... Aqui teremos um primeiro bónus da 'seriedade' socialista... Os 6.83% a derreterem-se para uns 5.5% (nem é difícil, basta uma dose muito moderada de contabilidade criativa). E ainda vai dar para distribuir benesses pelos camaradas à vontade. Perguntem só ao Jorge Coelho.

[Update] Rodrigo Adão da Fonseca, explica, neste poste, a situação muito melhor do que eu a poderei alguma vez explicar. Só para clarificar:

Jorge Coelho está surpreendidíssimo com o estado das contas públicas. Está, ainda, incrédulo, porque descobriu que afinal a Britney Spears já não é virgem; e que as da Pamela Andersen não são originais.

Vão lá e leiam tudo...


Comments: Post a Comment

Links to this post:

Create a Link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?